domingo, 1 de abril de 2018

O meu Domingo de Páscoa

Foi passado em família, mas não foi toda, tenho muito mais familiares uns que se afastam porque sim, outros por se zangam com uns e com outros, mas os resistentes somos nós eu, o meu marido e o meu filho. tentamos ir a todos os lados da família, mas é uma canseira.
Saímos de casa e fomos à minha mãe que não quis almoçar connosco porque convidou a irmã e á tarde apareceria o irmão. Fomos para os meus sogros, os habituais, as irmãs do meu marido, os cunhados, os pais de um cunhado, e a sobrinha e afilhada da minha sogra com marido e filho. Uma casa cheia. Almoço, sobremesas demais, café e conversa. Saí de lá e fomos aos pais do meu afilhado, que são sobrinhos dos meus sogros e não se falam, mas nós falamos e damo-nos bem. Fomos lá pouco mais de meia hora. Viemos de lá e passei na minha mãe que lá tinha o meu tio que está no lar mas o filho, meu primo, foi buscá-lo e levou-o a visitar as irmãs, estavam lá também duas primas minhas, uma vizinha cheia de problemas com o neto e que mal nos apanhou só queria conversar. Enfim quase não saíamos de lá, a ouvir uns e outros. Filho foi trabalhar, já nem passou nesta avó, só lá foi de manhã. Viemos para casa cheios de doces (qual dieta...), amêndoas e nem uma comi, cansados de tanta conversa. Bom para quem consegue ter a toda a família junta. Porque é que se zangam uns com os outros? Juro que às vezes me apetecia mandar um grito e dizer, chega desta parvoíce, a vida é curta demais para isto.



















Nada de especial, um dia de família com gente de bem!
Queria ainda mais...

1 comentário:

  1. Parece ter sido um dia muito bem passado
    um beijinho e uma boa semana

    ResponderEliminar