segunda-feira, 30 de março de 2015

Não sou racista...

Mas no domingo quando estive em Belém vim "pelos cabelos" com as ciganas que por lá andam a querer ler a sina e a pedir. Mas é que são demais, acercam-se de nós e quase que nos puxam pelas mãos para ler a sina e mal tratam-nos quando dizemos não. como havia uma prova e recebemos sumos e bolachas, vinham logo atrás a pedir um sumo e bolachas, como é que uma pessoa pode ter vontade de dar algo a esta gente que não gosta de trabalhar?
A minha amiga não resistiu e deu um sumo a uma, virou-se para mim e disse, e você dá-me umas bolachinhas, eu respondi não tenho.
Meio metro mais à frente a mesma cigana veio outra vez pedir-nos um sumo, a minha colega respondeu, então dei-lhe um mesmo agora, e ela respondeu, ai não deu não.
Já vos aconteceu?
Senti-me verdadeiramente perseguida por estas mulheres...
Se isto é ser racista, então sou. 

Resultado de imagem para abusadores

4 comentários:

  1. Sei do que falas. Aqui para as minhas bandas, também as há. Mas nunca foram agressivas comigo. Apenas insistentes!

    ResponderEliminar
  2. Há muitos anos estive aí em visita de escola e em Belém aconteceu-me o mesmo, incrível continuar a ser igual.

    ResponderEliminar
  3. Há muitos anos estive aí em visita de escola e em Belém aconteceu-me o mesmo, incrível continuar a ser igual.

    ResponderEliminar