segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Divagações...

Estamos precisamente a um mês do Natal, acabou de me lembrar o meu marido, e perguntou-me o que eu queria que ele me desse...
Prendas não sei o que quero, só sei que quero ser mais alegre do que tenho sido nos últimos tempos...acho que a vida me está a transformar numa pessoa muito mais triste e menos curiosa que aquilo que era...será isto envelhecer? Mas posso envelhecer com o mesmo espirito, certo? a vida a transformar-me ... Mas posso fazê-lo sem me transformar tanto...perdi ultimamente a vontade de fazer as coisas que tanto gosto, sinto não ter tempo e isso está a massacrar-me, tenho de mudar algo rápidamente e organizar o meu tempo... só não sei como. 

15 comentários:

  1. O que è isso amiga? Não te quero sentir em baixo...um xi- coração apertado.

    ResponderEliminar
  2. Ai Marina, junta-te a mim e vamos mudar as duas...ando tão triste....sem motivo específico!

    ResponderEliminar
  3. :( triste é que não, isso não... pode ser que seja uma fase, uma beijoca boa

    ResponderEliminar
  4. Claro que sim, minha querida! Como sou uma futura animadora socio cultural, conheço um senhor de oitenta e cinco com um espírito e um sentido de humor maravilhosos. Eu também estou triste.. Acho que esta altura do ano é um pouco nostálgica. Mas não nos podemos deixar ir abaixo! Beijo grande

    ResponderEliminar
  5. Amiga linda, daqui a dias já tens tudo organizadinho e o horário a chegar para imensas coisas.
    Tu inspiras-nos, como não te inspiras a ti própria?
    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Tenho a certeza que vai conseguir encontrar um equilíbrio, força amiga! não te quero sentir triste.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Ohhh Marina...tu? Triste??? Parece impossível. Tu que és a boa disposição em pessoa. Que nos iluminas com os teus post super positivos...
    Vá, anima-te! Precisamos de ti alegre :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Isso passa-te:))))) Um passeio catita:) a descoberta de um novo trilho:) um geladinho e uma ida a uma Livraria e temos uma Marina nova:))))))

    Vá!!! P'ra cima menina! Oupa!
    jinhoooooooossssssss e até já! Vai mas é ver ali ao teu post sobre a Pérola e ideia que eu tive e vê se alinhas:))))))

    ResponderEliminar
  9. Calma, calma que está muito frio... :)
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  10. vamos acreditar que é do inverno...tens sempre tanta vida, tanta energia, estás-me sempre a pôr para cima! vá lá querida, precisamos de ti com esse espírito animado :)

    ResponderEliminar
  11. Oh amiga! Quero ver-te lá em cima! Animada e a contagiar-nos a todos com essa energia tão positiva como a que tu tens!
    Tenho a certeza que com um pouco de paciência tudo entra nos eixos!
    Não te quero ver assim, ok?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. As pessoas tendem a associar envelhecer com tristeza e a tal falta de curiosidade, como se, só se precisasse de aprender até uma determinada idade. Ou se só nos fosse permitido sorrir enquanto temos 18 anos. Francamente, não me parece.

    Podemos ser "velhos" aos vinte anos porque algo naquela fase não está a correr bem e sorrimos pouco. Podemos ser "velhos" aos trinta, quarenta, e por aí adiante, se o momento não nos convida a sorrir. Portanto, tenho para mim que são só fases.

    Escrevi o "velhos" entre aspas, porque para mim não existe gente "velha". É muito áspero o termo. Para mim existem velhotes. É mais doce. A velhice convida a mais doçura.

    :)

    ResponderEliminar
  13. Leio o seu blog todos os dias,e raramento comento,mas a sua energia,alegria e tentar pôr toda a gente feliz,contrasta muito com o seu post de hoje!!A vida tem destas coisas,mas se quer o meu exemplo,perdi um filho com 18 anos,passados 5 anos o meu marido,senti que me caiu o mundo em cima! Não tem sido fácil,ao contrário do que dizem,o tempo não atenua NADA,a Saudade aumenta com ele! Passei a detestar o Natal,mudei de casa onde vivi 24 anos,ando a arranjar a casa nova,agarro-me ás recordações que me ajudam a viver,a esta cidade de Lisboa que Amo! Vivo um dia de cada vez!Não penso no passar dos anos,o embate que levei foi tão violento que me fêz ter uma perspetiva da Vida diferente! desejo que esta fase mais negativa passe depressa!

    ResponderEliminar