quinta-feira, 8 de junho de 2017

Os Imãos Bielski

Anteontem a fazer zapping por vários canais de tv, estava a dar um filme onde apareceu o actor Daniel Craig, como eu até gosto de ver o Sr actuar, fiquei a ver. Outra coisa que não é meu hábito é ver filmes a partir do meio,mas já era tarde e deixei ficar. O filme chama-se " Os resistentes " mas o titulo original é "Um acto de liberdade"e conta uma história verídica, até há bem poucos anos desconhecida do grande público, minha então, até agora. a história de três irmãos, mas como eu gosto de partilhar tudo o que sei, aproveito para vos contar.
O filme retrata a história do horror que foi a intolerância racial de Hitler  a partir de 1939, aquando da segunda guerra mundial, que viria a dizimar mais de 6 milhões de judeus. Em 1941, na invasão da Polonia e Bielo-Russia, houve alguns judeus que resolveram reagir contra os nazis, esses judeus foram liderados pelos irmãos Túvia,  Asael e Zus Bielski e conseguiram salvar mais de 1200 judeus. Decidiram após perseguição levar centenas de judeus para as florestas da Bielo-Russia, depois de toda a sua família morta resolveram que deveriam fazer alguma coisa, que seria impossível aos judeus ficando nas cidades, guetos ou nas suas fazendas sobreviver, na floresta claro que iriam passar muitas privações e até podiam morrer, mas teriam muitas mais chances de viver, houve muitos que não foram, acabando por serem brutalmente assassinados mais tarde. No inicio a ideia de Túvia seria só salvar familiares, mas entretanto foram recebendo mais judeus que a eles se foram juntar (os Partisans).  Enfrentou muitas dificuldades mas nunca desistiu, a vida na floresta era difícil, pouca comida, não havia medicamentos, mas só 5% dos homens que os seguiram morreram, por vários ataques do inimigo. Mas o objectivo de Túvia e seus irmãos cumpriu-se, salvar judeus. Há uma cena brutal em que eles são atacados por alemães, e tem de atravessar os pântanos, onde se uniram uns aos outros com os cintos de cada um e pequenas cordas. Mas conseguiram resistir. Mais tarde com a intervenção dos Russos, que foram empurrando os alemães para fora do território da Bielo-Russia, Túvia organizou uma espécie de aldeias na floresta, com um hospital, escolas, etc. 
Enfim mais tarde muitos são enviados para o exercito russo onde acabam por morrer, Túvia acabou por morrer  em 1987, aos 81 anos, esquecido por muitos, mas enterrado em Jerusalém como herói Nacional. Túvia nunca se pensou como um herói.
Há um livro que também conta esta história verídica escrito por um jornalista americano Peter Duffy que se chama "Os irmãos Bielski" editado em Portugal pela companhia das letras e traduzido por Marcos Padilha. Um livro que eu gostaria de ler.

Resultado de imagem para irmaos bielski

Resultado de imagem para irmaos bielski
Alguns  dos Partisans
Tudo isto está no United States Holocaust Memorial Museum
Espero que tenham gostado deste historia verídica, que tem muito mais histórias pelo meio, alguém que me ofereça o livro????
Pois já imaginava que não...

Sem comentários:

Enviar um comentário