quarta-feira, 1 de junho de 2016

Voltei...

Voltei ao trabalho, mas senti-me triste o dia todo...Ontem fui ao médico com o pai, cirurgia geral, a tal que o pai deveria ter tido no internamento, que eu fiz questão de interromper. O médico era (é) um amor de pessoa, viu o pai, apalpou-o, falou-lhe se tinha dores, enfim uma simpatia, Este médico foi o que assistiu o meu pai nas urgências no último internamento e lembrava-se de nós. A mim disse-me que o quadro não é bom, disse-me o que vai acontecer, marcou~lhe uma consulta de oncologia para os cuidados paliativos, falou directamente com os colegas a enviar o caso, explicou-me tudo, colocou-se à nossa disposição para se algo fôr necessário da parte dele, enfim mostrou uma compaixão a olhar para o meu pai, que eu ainda não tinha visto de nenhum médico, normalmente são frios e directos...
Estou a escrever e a chorar, não perdi a fé, só que me sinto triste ...mas vou recuperar, eu sou assim ora em baixo, ora em cima. O certo é que perto deles estou sempre bem e ainda os faço rir, e estar bem, mas depois...a cabeça é um turbilhão de imagens e emoções.



 
Depois saio das consultas e vou procurar se já vieram as imagens dos exames que o pai fez na Cuf, que pedi na alta do pai...ainda não vieram, não sabem nada, achei muito estranho, responderam-me que o coordenador já sabe que os exames não estão ainda...Fui ao Gabinete do Cidadão, chorei desalmadamente com a srª, desesperada, porque tudo corre mal...agora estou à espera da solução do Hospital, segunda feira temos consulta no Curry cabral e a médica quer todas as imagens...
Para morrer, nesta idade é preciso tanto?
Queira Deus que o pai esteja bem até 16 de Junho, dia em que completa 81 anos!



6 comentários:

  1. Oh Marina :-( Estero que apesar de tudo,tudo corra pelo melhor. Beijinho grande

    ResponderEliminar
  2. um xi-coração muito apertado.
    Tina

    ResponderEliminar
  3. Fico sem palavras nestas ocasiões de dor.
    Deixo-te um beijinho e um forte abraço.

    Força e Fé!

    ResponderEliminar
  4. Marina,

    há muito tempo que leio o teu blogue.
    Admiro a tua coragem e a tua força.
    Fiz hoje, mais uma vez,a tentativa de criar um blog que me ajude a ser mais feliz.
    vai tudo correr bem com a tua família.
    felicidade

    ResponderEliminar
  5. A vida e as suas montanhas russas.

    Que tudo corra pelo melhor e nada de esquecer os sorrisos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Marina nem tenho palavras,já passei por isso e sei o que é sempre sozinha de mangas arregaçadas como tu, mas lá no fundo a desfazer-me toda foi uma luta de 3 anos sempre sozinha,claro com o marido a apoiar mas somos nós que estamos lá a ouvir é duro sim.
    O meu pai tambem teve consulta de cuidados paliativos, não aconselho a ninguém pessoas sem coração sempre a falar da morte é horrivel, Marina tu é que sabes, mas eu não ia ele vai mais depressa o meu pai só foi a duas consultas e chegou mas tu vê o melhor se ele não tiver dores deixa-o andar quando chegar a hora dele Deus se encarrega, força e coragem eu estou aqui para o que for preciso bjs

    ResponderEliminar