sexta-feira, 12 de junho de 2015

A propósito de...

Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti, que respondi há pouco num comentário do Blog da Maggie, e infelizmente é verdade, hoje em dia ninguém tem em conta aquilo que não gostaria que lhe fizessem a si mesmo. Ninguém se preocupa com os sentimentos de ninguém.
É preciso colocarmo-nos no lugar uns dos outros, pensar que se fosse connosco como seria, tratar os outros de igual modo.
Nós podemos constantemente mudar o rumo da nossa história, fazendo dela uma história melhor para aqueles que nos rodeiam, senão gostamos de qualquer coisa, basta chamarmos alguém à razão em vez de tomarmos medidas que podem às vezes pôr em causa os sentimentos daqueles que um dia nós até já gostámos, com quem até já partilhámos. Isto evitaria tantos males no mundo. Depois dizemos à boca cheia que não entendemos o porquê desta ou daquela atitude.
Vamos todos pensar melhor nas nossas atitudes antes de sermos impulsivos, colocarmo-nos no lugar dos outros, sermos menos egoístas, antes de cairmos num abismo sem fim!
É uma pena que, como diz a Maggie hajam tantas pessoas que são tão mesquinhas, tão egoistas que dá dó, e sim, vão acabar sozinhas tenho a certeza!

3 comentários:

  1. Marina, vou discordar um pouco ali na parte do "vão acabar sozinhas tenho a certeza". A história está cheia de gente que muito fez pelos outros e acabou na maior solidão. Sem ninguém. A vida por vezes não é assim tão simples.

    Quanto ao resto, sim, o ideal seria não fazer aos outros o que não gostamos que nos façam. Só que por vezes magoamos sem querer as pessoas que mais amamos porque estão ali ao lado. O mesmo lhes acontece a elas em relação a nós. A vida gosta de brincar connosco. Ó se gosta.

    Beijinho e bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  2. Já eu acho que a vida é simples sim, nós é que a complicamos. Vivemos agarrados a coisas que não nos levam a lugar nenhum mas insistimos até á exaustão e é nesse cansaço que massacramos os outros. É com esse massacre que afastamos os outros e que vamos ficando cada vez mais mesquinhos e sozinhos. Deixamos de olhar em volta, protestamos de tudo, o mundo conspira contra nós e sim ás tantas já ninguém aguenta. Quando entramos nesta espiral em que deixamos de ver os outros e só nos vemos a nós estamos perto do fim, e ficamos perto da loucura. O Dr. Daniel Sampaio diz que ninguém morre sozinho, já eu acho que gente assim morre sozinha sim e em grande sofrimento. Lamento.
    Bjos meus

    Maggie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu concordo. Se a vida é simples, para quê complicar? É essencial viver os bons momentos da vida, aproveitá-la ao máximo e deixar de lado esses sentimentos negativos que não fazem bem a ninguém!
      Beijinhos

      Eliminar