domingo, 23 de julho de 2017

Boa tarde!

Já tenho dito que gosto de celebrar coisas boas, alegrias, felicidade e não datas tristes, mas não posso deixar passar ao lado o facto de ter feito um ano, na sexta feira (21-07) o falecimento do pai...sendo que sábado fez um ano da data do seu funeral, logo dias em que a mãe andou mais tristonha, por isso sábado nem quis sair. A minha sogra fez 71 anos e houve almoço para todos, mas ela recusou o convite, lá ficou no seu canto. 
Nós, eu e marido lá fomos almoçar a casa dos sogros. Foi bom, mas viemos cedo para casa, eu tinha coisas para fazer. ainda passámos pela mãe para lhe dar um beijinho, e combinei com ela hoje, domingo, irmos tomar o pequeno almoço juntas.
Combinei com o marido irmos sair à tarde mas, como sempre ele não lhe apetecia ir onde eu queria, eu preferi ficar em casa, a dormitar e andar por aqui, que se está tão bem, com o vento estúpido que se sente na rua.
Desenho oferecido pela minha Sara!

















E pronto estes são pedacinhos dos meus dias, agora vou continuar a fazer o percurso, o itinerário das nossas férias, mal posso esperar, preciso de sair daqui para longe, para muito longe...

1 comentário:

  1. Bem,estas comidas tem um aspecto maravilhoso!!Quanto ao vento,já não ha paciência!!! A semana passada estive no Alentejo,ia "assando" com o calor,40/42/43 graus,agora volto a Lisboa,um vento e as noites parecem de Outono ate sabe bem entrar em casa,na semana passada,entrar em casa era um forno,resultado,garganta e ouvidos a doer!O vento deve servir para alguma coisa,mas eu Abomino!!!!

    ResponderEliminar