terça-feira, 22 de novembro de 2016

Das poucas coisas...

Que me deixam saudades do meu antigo trabalho, foram momentos com a minha amiga Teresa Sousa, assim como tivemos as nossas brigas, discussões, eu sempre a tentar moldá-la à minha maneira, parva claro, que ela jamais se moldará ao jeito de alguém , tem uma maneira muito, muito própria de ser, é feliz à sua maneira, tivemos também momentos maravilhosos, rimos muito juntas, conversávamos de tudo das nossas vidas e isso deixa-me muitas saudades. 
Hoje ela faz 46 anos, telefonei-lhe, continua igual a si mesma, nada de novo. Mas fiquei triste porque pensou que eu já não a considerava amiga, por não ter partilhado com ela o momento em que cheguei a Santiago de Compostela. Como sei que aqui vens diariamente, tem a certeza que estavas comigo no meu coração, onde estás agora e sempre, mesmo quando nos chateávamos. Simplesmente, às vezes há pessoas que estão mais presentes fisicamente dia após dia, é inevitável que assim seja...mas estiveste sempre no meu caminho, há pessoas que ficam na nossa vida para sempre e tu és uma delas.


Podias ser diferente, mas não serias tu!!!
És única!
Parabéns, que este dia se comemore por muitos anos e que nós mesmo longe, estejamos sempre perto, nem que seja à distância de um telefonema 
( mas não me voltes a atender e a dizer que já me ligas, certo?).
Beijo


2 comentários:

  1. Muito obrigado.És e serás sempre a minha melhor amiga.bjs

    ResponderEliminar
  2. Amiga é para sempre, não importa a distãncia, bjs Marina

    ResponderEliminar