terça-feira, 3 de maio de 2016

Até parece mentira...

O que nos aconteceu hoje, parece mentira e por mais paciência que tenhamos nos hospitais, há coisas inadmissíveis. Desde que ando com o meu pai no hospital desde o inicio de Dezembro, tenho visto coisas que não me passavam pela cabeça, às vezes até achava que as pessoas exageravam, mas cada vez acho que o que ouço ainda é pouco.
O meu pai tinha desde a semana passada, dia 27 de Abril, marcado para hoje um exame que nos ia dizer exactamente o que se via no pâncreas e no figado, uma ecoendoscopia, ontem despedimo-nos dele pois hoje não o íamos ver, porque ele ia para a CUF e demora um dia inteiro. Mas hoje à tarde, e eu e a mãe estávamos nervosas e ansiosas com o resultado, a mãe telefona-me e pede para eu telefonar para saber alguma coisa do pai se ele já tinha vindo e se sabíamos se ele estava bem. Telefonei directamente para o secretariado da enfermaria do pai, a secretaria diz que me vai passar à enfermeira, quando me atende, diz-me a enfermeira que o pai não foi fazer o exame porque houve um engano e esqueceram-se de lhe fazer o jejum, agora só pode fazer novamente o exame na próxima semana dia 10 de Maio.
Conseguem imaginar como é que eu fiquei? Mais uma semana de espera a ir para o hospital todos os dias, sem tratamentos e sem sabermos nada, por culpa da falta de profissionalismo de alguém?
Fui imediatamente para o hospital, pedir para falar com alguém responsável, só havia o enfermeiro responsável que tinha acabado de entrar, pedi alguém da direcção, que já não estava. Então lá me arranjaram a enfermeira coordenadora de hoje, que amanhã é outra. Levaram-me para uma sala de reuniões, pedem desculpa, mas isso não chega. Quero que o pai faça o exame ainda esta semana. Amanhã estou lá ás dez da manhã.
Agora digam-me que a culpa é do estado, dos políticos, da economia, do raio que os partam, é de fazerem tudo sem responsabilidade. 
Se eu vos contasse aqui tudo o que se tem passado...não acreditavam. Outra queixa no livro amarelo, mas que de pouco serve. Amanhã conto-vos o resto.

Resultado de imagem para hospital de vila franca xira

E não, não é de excesso de trabalho, porque eu vejo tudo o que se passa no tempo em que lá estou.

2 comentários:

  1. Falhas assim não deviam suceder.
    Vou só desejar força para ti, para a tua mãe e para o teu pai e muita sorte para que a partir de agora corra melhor.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
  2. oh que falta de tudo!!! :( :(
    Tens de reclamar, escrever no livro, falar com os repsonsaveis

    ResponderEliminar