quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Já esperava...

A mãe decidiu não ir hoje ao hospital...mas eu sabia que ela ia sofrer imenso com esta decisão, eu almoço normalmente às duas da tarde, duas e cinco liga-me ela com a voz mais infeliz do mundo a perguntar se eu podia ligar para a enfermeira que me tinha dado o numero para saber do pai. Claro que eu não tinha o numero, mas liguei para o hospital, falei com a secretária de serviço, que me disse que apesar do pai estar completamente baralhado, esta calmo, e que realmente quando a mãe está ele fica muito agitado. Transmiti-lhe e lá ficou mais calma, mas não está a ser nada, nada fácil.
Hoje já pediu à minha cunhada para amanhã a ir lá levar...e eu vou buscá-la ás oito.
Eu só queria que tudo isto passasse depressa...podíamos estar tão bem...que ele melhorasse,,,que viesse para casa...enfim. Se tudo fosse como nós queremos.


Tenho saudades de "mim" feliz...


2 comentários:

  1. Tudo vai correr bem, Marina !!! ... Estas coisas são naturais nestas idades !
    Tudo de Bom para os teus pais para o teu filho e para os dois !

    Abraço !

    ResponderEliminar
  2. Ohhh Marina, infelizmente é assim a vida. Costumo dizer para me convencer e ajudar ao pensamento positivo, que quem ainda não passou por isto ou algo do género, há de passar. Custa muito, eu acredito. Desejo-te muita força.
    Um beijinho dos grandes

    Maggie

    ResponderEliminar