terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Terça diferente...

E hoje foi dia de levar o pai a fazer uma ecografia prostática, que no meu entender devia ter sido feita durante o internamento dele, mas a médica só a marcou para hoje, como ele já estava em casa...mas como sabia ser difícil levá-lo no carro, chamei os bombeiros, até porque o pai é sócio dos bombeiros há já muitos anos, e foi muito bem com eles e com a mãe, eu fui de carro, disse no fim que os rapazes foram muito simpáticos. Ainda bem que o fiz, porque a fila para entrar no hospital tinha kilometros, na entrada para os parques de estacionamento, estive uma hora para lá chegar, só entrávamos consoante outros saiam...Depois como estava em casa, fui tentar marcar uma consulta para o pai, sem êxito. Fui para o centro de saúde, onde os meus pais deviam ter novo médico de família, uma vez que a médica deles se reformou há mais de quatro anos. Expliquei o meu caso à Directora do Centro que me aconselhou a reclamar no livro amarelo, uma vez que nem ela consegue médicos para o Centro, e os que aparecem, colocados por uma qualquer empresa que o faz, são os chamados médicos de refugo, juro que me disseram isto. então pedi consulta para um desses médicos para ele me enviar para acompanhamento no Hospital, pois só eles o podem fazer, uma vez que a médica do hospital me mandou para o Centro de saúde, já viram bem???Vou telefonar amanhã para ver o que ela consegue, e reclamei no livro amarelo, que parece que é o melhor que podemos fazer...
Disseram-me no hospital que o meu pai deve ter um livro verde do diabético, certo, onde o arranjo, no centro de saúde, sim mas não são as enfermeiras do aconselhamento diabético, tem de ser o médico de família, batemos na mesma porta...
O pior de tudo isto é que eu não sabia que havia empresas a colocar os médicos nos centros de saúde...tanta gente a ganhar dinheiro com a saúde e o desgraçado do utente a pagar toda esta ineficiência. E os médicos? os médicos neste momento são a minha maior desilusão. Depois vêem para os jornais fazerem apelos que ganham menos que há oito anos atrás e que para ganharem um bom ordenado trabalham 65 horas por semana, a sério? Ele pode ter razão em muita coisa que diz, mas não a tem toda, nem metade...querem discutir isso? Estou desiludida com esta classe e muito. 


Eu continuo aflita da garganta...a tomar anti-inflamatório...como é que posso ir ao médico?
O meu médico, no meu Centro de saúde está de baixa prolongada, tenho de ir a um médico de recurso...

3 comentários:

  1. os centros de saúde são uma miséria... não tenho médico de família à anos... :(

    ResponderEliminar
  2. Na segunda-feira estive a ver um bocado do "Prós e Contras" onde a temática era precisamente sobre os médicos, enfermeiros, hospitais, etc. Eu estava aparvalhada com algumas das "realidades" ali apresentadas. Também não sabia dessa questão de os médicos serem colocados através de uma 3ª empresa, de que os hospitais do norte funcionam melhor e de forma diferente dos daqui mais a sul. Que cada um trabalha de sua forma, etc., etc., etc.
    Isto está complicado!

    ResponderEliminar
  3. Um país que está a romper pelas costuras! UMA VERGONHA!

    Beijinhos e as melhoras do teu pai.

    ResponderEliminar