sábado, 14 de novembro de 2015

Do terrorismo...

Claro que estamos todos preocupados, claro que o que se passou ontem em Paris doeu, dói e custa ainda aceitar...porque pensamos que estas coisas não acontecem por cá, mas em outros locais, isto acontece quase diariamente, no Libano, na Nigéria, na Siria, locais onde a morte por guerras e atentados é uma constante, e vimos essas noticias nos telejornais e ninguém se manifesta, só por isso não alinho em mudanças de cor no facebook, nem em exageros de comentários. Claro que me custa, claro que estou contra, que me questiono onde vamos parar com este radicalismo, mas por isso mesmo não sou radical nem fundamentalista em nada, mesmo nada.
Sou contra a descriminação, gosto mais de uns que de outros, mas não odeio ninguém, nem me junto a campanhas de descriminação, juntemo-nos a favor do fim das guerras tanto na Europa como no Médio Oriente ou em África ou whatever...
Mas ainda hoje ouvi pessoas a dizer que os refugiados deviam todos morrer, que deviam afundar os barcos em que eles vinham, isto é o quê?
Os refugiados são pessoas que fogem da guerra, do terrorismo...
E Paris, será sempre Paris...Paris, Nova York, Madrid...muito próximo de nós...claro que assusta...pois...





5 comentários:

  1. É para assustar!

    Agora, nunca sabemos quem será o próximo!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Custa a aceitar não... não se pode aceitar!! Nunca!
    Mas não confundas uma coisa Marina: quando morrem pessoas a torto e a direito em países que estão em guerra e "já ninguém liga" nem se manifesta... isso não é de estranhar, porque infelizmente é o pão de cada dia para esses povos mártires. Só que a França não está em guerra... ou melhor, não estava até hoje. O dia de amanhã ninguém ainda sabe!

    Beijinhos inconformados

    ResponderEliminar
  3. De uma ou outra forma (infelizmente), as sociedades ditas civilizadas contribuíram e vão continuar a contribuir, para esta guerra e estes actos terroristas.
    Assusta e muito.

    ResponderEliminar
  4. É verdade Marina, é chocante ver e ouvir estas tristes notícias, vivemos num
    mundo violento e sem piedade, beijos e boa semana amiga

    ResponderEliminar