quarta-feira, 3 de abril de 2013

A livraria Lello & Irmão

Conhecem a Livraria Lello? Também conhecida como Livraria Chardron.
Eu queria tanto conhecê-la...quando fomos de férias ao Porto, quando fomos fazer o passeio no Douro, batemos com o nariz na porta pois tínhamos de ir muito cedo para a Régua e a livraria ainda estava fechada, tirei foto à porta...sonho adiado...
2007

Eu queria tanto conhecê-la, que já tinha posto a possibilidade de ir de alfa ao Porto (outra coisa que adorava fazer) que o meu marido fez-me a vontade e no Verão de 2008 fomos mais uma vez passar um fim de semana ao Porto e pude finalmente conhecê-la.
Naquela altura se calhar não tinha tantas visitas como agora pois pude tirar fotos à vontade sem ninguém chatear...
2008








Por acaso, não, não foi por acaso, foi mesmo porque fiz questão, comprei lá o primeiro livro do Júlio Magalhães, por ser do Porto...
Na altura fiquei muito bem impressionada com o edifício em si, mas como livraria deixou-me muito a desejar
só tinha aqueles livros grandes de jardins, carros, etc, livros actuais (à altura) tinha muito poucos, e o empregado estava ao balcão a ter uma conversa telefónica particular que as poucas pessoas que lá estavam ouviram de ponta a ponta, foi ridículo e tive vontade de lhe dizer, mas contive-me, era um homem da minha idade, devia ter noção do sitio onde estava, por isso é que eu acho que naquela altura, as pessoas não ligavam muito à livraria.








Mas nos últimos tempos parece que tem havido uma procura muito maior, e o Dono da Livraria colocou a hipótese de um pagamento á entrada, pois parece que ninguém compra nada, lá está o tipo de livros não é acessível  não sei se ainda têm poucos livros de romances e de histórias, que no fundo são os que vendem.
Parece que têm um acordo com as visitas escolares que dão o compromisso das crianças comprarem um marcador da Livraria em troca da visita. Claro que o que se quer é mesmo isso mais comércio.
E se se tiver que pagar,  porque não? Nos outros países paga-se tudo o que tem história.

22 comentários:

  1. Uma raridade!

    Pelo que ouvi ontem na TV, basta que comprem um marcador de livros. Para se fotografar tem que se ir cedo e com hora marcada.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois tem de se pedir para tirar fotos, mas vale a pena!
      Vale a pena conhecer.

      Eliminar
  2. Fui ao Porto a semana passada. Por acaso ia comprar um livro lá para trazer de recordação (e não era muito barato). Todos os estrangeiros estavam a tirar fotografias e não levavam nada. Apontei a minha máquina para o tecto e o senhor foi bastante mal-educado comigo. Conclusão, pedi desculpa (não sabia mesmo que não se podia fotografar) e sai. O livro ficou lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...infelizmente temos muito disso em Portugal!!!

      Eliminar
  3. Ok..Ok..ok...Marina...não conhecia a não ser pela televisão...queria conhecer e depois desta tua partilha quero desesperadamente lá ir!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai que vale muito a pena conhecer, mas agora tens de pedir para tirar fotos...
      E compra um livro...

      Eliminar
  4. Conseguiste uma boa reportagem fotográfica ! Cheia de sorte ! rsrs
    Estive lá (mais uma vez) há 2 meses e ainda não se pagava !
    As visitas turísticas têm aumentado porque constou que foram filmadas aqui algumas cenas dos filmes do Harry Potter. A verdade é que essas cenas foram de facto inspiradas por esta livraria !
    É um facto que não se pode considerar uma grande livraria em termos de livros, mas é de facto considerada como uma das mais lindas do mundo ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é uma das mais lindas, agora parece que fotos só a pedido, eu tive sorte foi há algum tempo.
      E quando fôr ao Porto irei voltar, gosto de coisas bonitas!

      Eliminar
  5. Como nasci o Porto, a Lello está ligada à minha infância e juventude. Passei lá belas tardes de sábado.
    Desde que foi considerada, em dois anos seguidos, uma das três mais belas livrarias do mundo, tornou-se um dos ex-libris da cidade.
    Compreendo a decisão do proprietário, porque aquilo é um corropio de turistas e é preciso preservar aquele património.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tambem compreendo e acho aceitável, até porque edificios como aquele, na Europa pagam-se bem.
      É linda a livraria.

      Eliminar
  6. As fotografias ficaram super bem (já estive lá várias vezes, mas nunca tirei fotografias e nos últimos anos costuma estar tão cheia de turistas que não daria mesmo para fotografar).
    um beijinho

    ResponderEliminar
  7. É verdade sim; agora é preciso pagar €2,00 por visita e dão um marcador de livros.
    É tão bonita!

    ResponderEliminar
  8. Pessoalmente não conheço, mas já tinha conhecimento e curiosidade em lá ir, o que agora aumentou com a tua reportagem fantástica e contagiante.
    As fotografias estão espectaculares.
    Querida já publiquei a tua história com umas gargalhadas pelo meio.
    Obrigada pela partilha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Acredito que seja preciso dinheiro para manter este tesouro, mas não devíamos ser nós a pagar. Afinal, o Estado tem que chegue para manter estes "monumentos". Às vezes não sei porque é que pago tantos impostos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade mas nos outros paises, tambem se paga, em Barcelona por exemplo as casas de Gaudi custam uma pequena fortuna para ver por dentro, em Dublin não houve uma Igreja em que não pagasse bem a entrada, em Londres por aquilo que ando a pesquisar tudo custa para cima de 15€, se fores ao Mosteiro dos Jerónimos pagas 4,5€, eu não acho que seja caro.
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Com esta reportagem quem não fica com vontade de conhecer;)
    Eu estou em vantagem...fica pertinho de mim e já conheço há muuuiiitos anos quando ainda não era famosa;)....a livraria claro!

    jinho

    ResponderEliminar
  11. Que é um sitio lindo lá isso é.... não conhecia :)

    Boa partilha Marina ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula, tens de ir conhecer quando cá vieres, e tu que adoras livros tal como eu faz parte do nosso conhecimento, uma das mais bonitas livrarias do mundo!
      Vale a pena!
      beijinhos

      Eliminar