terça-feira, 15 de maio de 2018

4º Dia de Peregrinação

Partimos de Santarém com a convicção de que iria ser um dia bastante duro com subidas e descidas difíceis, e que a partir de agora seria sempre mais e mais difícil. Foi um dia em que andei quase sempre sozinha, não esperava isto, mas foi o que aconteceu. Eu não consigo acompanhar o ritmo das pessoas que fazem esta Peregrinação há vários anos, a nova que conheci, também não acompanhava o meu ritmo diz que lhe fazia mal ir tão devagarinho, e lá fui ficando só. A não ser na subida dos Moinhos em que esperaram por nós e todos junto fizemos a terrível subida mas com uma paisagem deslumbrante. Mas cheguei a Amiais de Baixo pouco depois do grupo.





















































O dia terminou com frango assado que estava uma delicia, 
mas nessa noite dormi pouco, 
ou já estava cansada demais.
Os pés? lá iam...

Sem comentários:

Enviar um comentário