sábado, 18 de novembro de 2017

Sábado

Fui ter com a mãe de manhã, ela hoje estava novamente mal disposta, mais propriamente com a neura, acredito que nada disto esteja a ser fácil para ela, mas deve fazer um esforço para estar feliz, ralhei com ela, não gostou...lá teimei com ela levei-a onde era preciso mas ela não queria porque hoje não havia tempo, e ficou mais bem disposta. Quando o meu pai cá estava era porque tinhamos de estar a horas para almoçar ao meio dia, agora que as horas são nossas, é esta má disposição. Não é fácil entender as pessoas mais velhas, juro que não. Bom lá fomos ver as exposições das casas de banho, para ela fazer obras na dela, sempre contrariada, irra. À tarde veio o pedreiro tirar medidas para orçamento. Depois é que vinha a chuva e ia ser uma chatice...ai Santa paciência. Vamos ver quando vier o orçamento.
Fiz almoço, lavei a louça, arrumámos as compras, arrumei-lhe o roupeiro que ela anda sem vontade de dar volta ás roupas, ficou tudo arrumadinho. Para a semana vamos fazer a árvore de natal na sala dela, como vou para lá no Natal, levei a minha árvore e fazemos lá. Hoje já não tive tempo.
Em casa descansei e o marido e o filho foram ás compras. Agora o jantar está no forno.
O meu marido dorme no sofá, foi andar de bike das sete da manhã ás três da tarde, fez quase 200 km, está cansado, mas feliz, isso é que interessa. Eu entre ver o jantar,  vou andando por aqui.


Até já!

2 comentários:

  1. Que bom amiga, quando estamos felizes com quem amamos, bjs

    ResponderEliminar
  2. Querida Marina, és uma optima filha mas os velhotes são mesmo assim. É preciso uma pacienca que por vezes também não temos. Acho que eles nem se apercebem como sugam a energia dos que se importam com eles.
    Estás a fazer o certo, mas não abuses para não ficares tu demasiado cansada e a precisar de ajuda.
    Beijinho

    ResponderEliminar