domingo, 12 de novembro de 2017

Fiz tantos...

planos ali entre os vinte e os trinta, que iria fazer isto, aquilo e aqueloutro antes dos 40...ontem a falar com alguém disse, ah eu vou fazer isso só la para os cinquenta...mas dei-me conta com alguma tristeza, não pela idade, mas pela rapidez com que o tempo passa que eu nada faço dos planos que tinha desde miúda. Já para não falar das viagens que queria fazer e começo neste momento a chegar à  conclusão , que nem metade vou fazer, isso já me entristece o suficiente, mas há um sem numero de coisas que eu também queria fazer em determinada idade e já passou e não fiz. Não sei se continuo a fazer planos ou se viva ao sabor do vento, género se fizer fiz, se não fizer paciência, passamos muito pouco tempo pela vida, eu queria-a maior, mais anos de estado saudável, já com algumas mazelas que tenho , mas por esta idade estava bem. Agora dou por mim a pensar naquilo que vou e estou a viver,  se me derem dez minutos antes da partida, chamo-lhe assim que custa menos, pensarei conheci algumas coisas muito boas mas queria conhecer outras ainda, vivi momentos de alegria com a família, natais felizes, ri, saltei, corri, dei muitos abraços, tive muitas pessoas boas à minha volta, fui imensamente feliz. Acho que este é mesmo o caminho, viver um dia de cada vez, mas não fazer mais do que aquilo que nos apeteça fazer, ou seja fazer todos os dias um pouco (já que muito não podemos fazer) daquilo que nos dá prazer, deitar ao fim do dia e pensar se eu partir esta noite, partirei bem, partirei feliz e com os que amo felizes à minha volta, pelo menos comigo. E agora tenho a certeza os meus maiores planos são ser feliz diariamente, hoje valeu ou não valeu a pena? é a esta resposta que me obrigarei a responder diariamente a partir de agora. Para isso terei certamente de mudar alguns hábitos, como os que às vezes tenho de me sentar a olhar para a televisão, pensando amanhã faço crochet, amanhã escrevo, amanhã leio, nada disso. Faço-o nem que seja meia hora do meu dia. Deixar de protelar tanto, serei capaz? deixar de ter momentos tristes porque não sei se conseguirei ir a Nova York ou Bruges que é já ali...é que perco imenso tempo nestas tristezas se serei ou não capaz, a pensar nas dores que já tenho. se me vai acontecer isto ou aquilo, porque apesar de ter isto e aquilo, posso na mesma ser feliz, há sempre alguém que está bem pior que nós e vive e é feliz, eu não sou mais nem menos que ninguém, mesmo com o tempo a passar rapidamente eu quero viver feliz.  Se tinha programado fazer coisas até aos quarenta ou cinquenta? temos pena, os meus planos agora são outros, mudei o plano principal desta trama que é a minha vida, é a felicidade, não por ser feliz com pouco como um dia alguém me acusou de o ser, mas por saber e ter certeza neste momento, que isso é o mais importante da vida. Ser e fazer felizes os que amo!
Querem ser felizes comigo? ou ainda andam na busca por isto e por aquilo?



HOJE DEU-ME PARA ISTO!!!
SEJAM FELIZES!!!



4 comentários:

  1. Já deixei de fazer planos há muito tempo, a desventuras da vida a isso nos obrigam. É viver um dia de cada vez e só, até porque para mim, a felicidade está aí.

    ResponderEliminar
  2. A minha vida dava um filme... acredite que sim minha amiga, e não é pelas viagens feitas, as que nunca farei e as que gostaria de fazer... isso é quase irrelevante.
    Estou grato por continuar a andar por cá e ainda sonhar um bocadinho, já que não paga imposto nem é proibido. Algum desalento, mas normal em quem começou a trabalhar muito cedo, numa idade em que devia andar a brincar e a estudar...
    Hoje já reformado, não consigo nem será possível realizar alguns dos sonhos que sempre tive, mas, como alguém já o disse e muito bem, "não como se quer, é como se pode... e eu tento, à minha maneira".
    Bem-haja.
    Vamos ser felizes então... há nossa maneira!
    Tudo de bom.
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. errata:
    «Vamos ser felizes então... à nossa maneira!»

    ResponderEliminar
  4. Luto pela minha felicidade a cada dia. Recuso conformar-me.

    ResponderEliminar