sábado, 12 de novembro de 2016

Regresso a casa

O meu marido fez questão de me ir buscar, o que tinha pensado era vir para casa com as outras de comboio, mas depois do meu marido me ter dito que sábado de manhã lá estaria, não pensei noutra hipótese. O meu marido tirou um dia de férias, e sexta de manhã partiu com direcção a Valença, levou a sua outra paixão, a bike e passou o dia a passear, reservou a mesma residencial em que eu tinha ficado uns dias antes, e sábado por volta das dez da manhã, encontramo-nos em frente à Catedral.
Depois do pequeno almoço tomado resolvemos deixar as mochilas no Hostel, e saímos para dar uma volta por Santiago e fazer umas compras, despedimo-nos uns dos outros e cada um foi à sua vida, dei uma volta e voltei a encontrar o Quirino, que foi comigo ao encontro do meu marido.















Marido esperou enquanto fui fazer umas comprinhas...e esqueci-me dos postais...



E saímos de Compostela, fomos almoçar em Valença, depois parámos em Caminha para um café, eu comi um crepe com gelado!!!


A seguir parámos em Viana do Castelo, sitio lindo e que já tinha saudades





Chegámos a casa...




 Os pés...dois dias depois tinha uma consulta marcada, e a médica receitou-me antibiótico, que já acabou e estou praticamente curada!
Cairam-me duas unhas, os pés ficaram maçados, mas o meu coração está cheio de tanta alegria!
Vou voltar a fazer este caminho, quero fazê-lo, gostaria de o fazer com o meu marido, 
talvez um dia destes...
Aconselho vivamente a fazer, mas em grupo temos de nos sujeitar a coisas menos boas, ou não, depende das pessoas, tenho ouvido relatos de pessoas que vão em grupo a Fátima, por exemplo, em que se ajudam mutuamente, e todos esperam por todos, para que a chegada seja sempre ao mesmo tempo...sendo que em termos monetários fica bem mais caro!

Sem comentários:

Enviar um comentário