terça-feira, 15 de novembro de 2016

Da vida...

Hoje a minha mãe estava muito bem disposta, uma amiga foi passar o dia com ela...realmente a vida tem coisas engraçadas, a minha mãe teve uma infância difícil, perdeu a mãe aos dois anos, nunca soube o que era o carinho de uma mãe...foi criada pelo pai, um trabalhador rural, e pelas irmãs e irmãos. Bem cedo foi "servir" para casa de famílias ricas, na altura, onde aprendeu o trabalho de casa, aprendeu a bordar, a fazer arraiolos, enfim, aprendeu a vida. Aos 18 anos vai viver com o meu pai, que na altura tinha 27 anos...como ela costuma dizer, a sogra foi a mãe dela. Viveu uma vida difícil, engravidou pouco depois e nasceu o meu irmão, por volta dos 23 anos, separou-se do meu pai e voltou a "servir" durante alguns meses, mas acabou por fazer as pazes com o meu pai e voltaram, desse reatamento nasci eu...e a vida continuou difícil, mas sempre juntos, enfim.
Dos tempos em que estava a "servir" teve amigas que com ela estavam, quis o destino que durante anos não encontrasse uma delas, com quem ela se dava muito bem. Ela casou e emigrou para França, há alguns anos atrás, cinco no máximo, voltou para Portugal, construiu uma vivenda, a velha história do sonho do emigrante, num sitio muito isolado, sendo que pouco a aproveitou, o marido ficou muito doente acabando por falecer pouco antes do meu pai...ela deixou de viver nessa casa pelo isolamento, e alugou um andar na vila próxima. Tem-se encontrado com a minha mãe, sente-se sozinha num apartamento, a única filha está em França, e o engraçado disto tudo, foi a satisfação com que hoje a minha mãe me disse que a amiga Maria ia passar o dia com ela...agora à noite falei com ela, que estava muito bem disposta porque tinha passado um bom dia com a amiga, e que já combinaram que daqui a 15 dias ela vai outra vez para lá porque adorou estar com ela.
A vida dá tantas voltas...aos 72 anos, cinquenta anos depois voltaram a encontrar-se e a partilhar os dias e os bons momentos...
A minha mãe e os seus irmãos (os que restam...)

Coisas da vida...

3 comentários:

  1. A vida, tem voltas assim.
    Beijinhos Marina

    ResponderEliminar
  2. Que bom haver esses reencontros bonitos na vida. E a tua mãe merece ser feliz!

    ResponderEliminar