sábado, 12 de setembro de 2015

Não está fácil...

Mais um sábado em que tudo podia ter corrido bem, mas as chatices com o meu pai pioram a cada dia, não é fácil para mim falar com ele, ele não aceita nada do que nós lhe dizemos, grita com a minha mãe, diz mal dos vizinhos, simplesmente porque embirra com as pessoas, parece ganhar-lhes ódio, acreditem, não está fácil...Diz-me que não precisa de mim nem de ninguém e isso dói muito, ele não conseguir entender que nós estamos a ajudar...diz que quando fôr velho (tem 80 anos, não sei quando isso vai ser...) vende a casa que é dele e vai para um lar...a minha pobre mãe, não, tem nada, eu esqueço tudo e ralho com ele, digo-lhe como lhe disse hoje, que nos podíamos dar bem, que nós estamos lá para ajudar e é connosco que ele tem de contar,  porque não há razão para tanto ódio, que ele pare de dizer mal, que seja calmo, que chamo um médico por causa dos nervos dele, mas ele grita, grita, eu choro, enfim um drama.
Consegui fazer com que ele tomasse um calmante, e ele acalmou. As minhas primas, que moram perto vieram ter comigo, ouviram os gritos dele (não sei onde ele vai buscar tanta força) em casa delas...
A minha mãe foi arrancar dois dentes e colocar prótese dentária com uma crise de nervos enorme, pobre mãe que lhe faz tudo, tudo.
Quando chegámos do dentista ele tinha almoçado e dormia...nem perguntou se tinha corrido tudo bem, nada, nada o importa, só ele mesmo.
Estou tão cansada..

Desculpem o desabafo...

7 comentários:

  1. Vale o desabafo e por vezes lidar até mesmo com nossos pais é difícil e se acentuam os defeitos com a idade! Fiquem bem! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Desbagar faz bem.., Parece que revivi o passado com o meu Pai!
    É preciso calma e entender a velhice, mas por vezes a paciencia esgota-se!

    Beijo, bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Não há nada a desculpar e só espero que desabafar ajude um bocadinho, muita força Marina para ti e para a tua mãe.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
  4. Não há nada a desculpar e só espero que desabafar ajude um bocadinho, muita força Marina para ti e para a tua mãe.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
  5. Força querida amiga, há fases em que parece que não aguentamos mais...mas depois encontramos a calma e por vezes mesmo o caminho para melhorar as coisas.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  6. Amiga, não tens nada que pedir desculpa. Eu entendo. Nós, os teus amigos da blogosfera estamos aqui para ti. Penso que falo por todos. Força! Melhores dias virão!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. É como costumo dizer, as pessoas chegam a velhas e apuram a maldade credo. Tornam-se egoístas e rancorosas mesmo. Percebo Marina, passo por uma situação parecida, não tens que pedir desculpa. Estou, penso que estamos todos, aqui para ouvir. Um beijinho grande.

    ResponderEliminar