quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Não suporto mais ...

Juro, não sou púdica, nem tenho pudores sexuais mas não consigo entender a loucura com as sombras de Grey, com filmes tão bons como A teoria de Tudo, Boyhood, Sniper, O meu nome é Alice, isso sim são boas histórias. Qual é a história deste filme?
Acho que as pessoas se sentem excitadas e o suposto erotismo do filme as faz vibrar. Eu volto a dizer, deixei o livro a meio, contratos sexuais incomodam-me, também não gosto de sadomasoquismo, serei retrógrada?
Gosto de uma bela história de amor, com romantismo e também com sexo, claro, até pode ser entre dois homens ou duas mulheres, desde que haja história.
Enfim, continuo sem perceber a loucura, whatever!!!!
( Olha acabei de ler que a Ana Garcia Martins, A Pipoca mais doce, também desistiu a meio do livro e tal como eu, raramente abandona um livro.)

Resultado de imagem para o meu nome e alice
Vamos ver se o consigo ir ver...

2 comentários:

  1. Se o deixaste a meio (do primeiro livro ou da trilogia) não podes avaliar a totalidade da história. Não gosto de bondage, mas li os três livros inteirinhos. Tem momentos hilariantes (curioso que hoje vi que muitos críticos estrangeiros o acham cómico), literariamente é pobre (mas não é pior que uma Dorothy Komson da qual já li vários livros) e tem uma história de amor. Quem só vê sexo na trilogia, não o entendeu da mesma forma que eu, ou serei eu uma romântica. Não tenciono ver o filme, porque tenho para mim que os filmes dos livros que li são sempre uma desilusão uma vez que a minha imaginação é muito mais fértil com as palavra que com as imagens. Vendo os actores principais bastou-me para perceber que nunca iria gastar o meu tempo a ver o filme porque os imaginei de uma forma diferente. E Marina se leres Marquês de Sade, verás que as 50 Sombras são um conto infantil. Cada doido tem os seus gostos e o mulherio anda todo contente por ir ver o filme. Olha, se calhar pretendem mesmo excitar-se, não sei. Como a mim nem o livro me trouxe qualquer tipo de excitação, só te posso dizer que às vezes as pessoas têm comportamentos que não entendemos.., que fazer??? Cada um é como é! Nos EUA até proibiram de se levar objectos de bondage e a mim nunca me passaria pela cabeça que alguém estivesse interessado em ir ver o filme com esses objectos... há gente para tudo...

    ResponderEliminar
  2. Normalmente tudo o que tem muita fama faz-me ficar de pé atrás. Há uns tempos era a loucura com o livro Comer, Orar, Amar e eu não consegui terminar o livro - o único que ficou a meio até à data! Por isso, ainda não peguei nesta trilogia. E em relação ao filme, nem os actores levam-me a ir ver o filme ao cinema.

    ResponderEliminar