quinta-feira, 3 de julho de 2014

Desabafo...

É tão mau deparármo-nos com crises de ciúmes obsessivos, doentios de um homem por uma mulher...
Quando se ama, confia-se, sente-se prazer em ver quem se ama feliz, certo?
Tenho uma amiga a sofrer directamente esta obsessão, ela não consegue tomar uma decisão ama-o...ele controla todos os seus passos, se se maquilha, se demora muito tempo a mandar uma mensagem...
Ela hoje estava feliz de manhã, e ele conseguiu mesmo à distância pô-la a chorar o dia inteiro.
Que vida conjugal dali vai sair...noticias de primeira página. Dói nada poder fazer.
Eu vivi com este problema vinte e um anos, entre os meus pais. Ainda agora, ele com 79 anos ela com 70, e ele ainda tenta, mas nem sempre consegue, ela ganhou força, teve coragem de o deixar...mas voltou para ele, e nasci eu...eu aos quatro anos disse-lho, ela não me ligou. Habituou-se. Não devia.
Será que a minha amiga se vai acomodar? Só tem 22 anos...ele 30...Dói...que raiva...pudera eu fazer algo...

7 comentários:

  1. No tempo da sua mãe ainda se compreendia, mas agora?????? 22anos???? em 2014?????

    ResponderEliminar
  2. Ajuda-a! Faz o que puderes para a fazer ver que isso não é vida e que ela merece um homem melhor (que os há!!)!

    ResponderEliminar
  3. Vivi assim 11 anos. Felizmente ele encontrou outra. Senão, nunca me tinha libertado.

    ResponderEliminar
  4. A decisão tem de ser dela, o máximo que podes fazer é dar-lhe apoio no que ela precisar.

    ResponderEliminar
  5. Com 22 anos?
    Isso é incompreensível!
    Ela gosta de sofrer!

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Espero sinceramente que ela encontre outro caminho para ser feliz!
    Ajuda-a no que puderes!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Como eu sei o que isso é...
    Que ela tenha coragem para dar um novo rumo à vida.
    Mesmo que o faça hoje, durante muito tempo ainda vai ser "prisioneira" desse homem, é que o subconsciente demora a apagar mágoas....
    Força para ela.
    Pinta

    ResponderEliminar