quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Hoje é dia de greve geral...

Concordo com os motivos que levam a tal, esta greve é contra a austeridade , baixos salários, e altos impostos que nos querem impôr, mas nãoquero fazer greve.
Não concordo com greves, não gosto de sindicatos, acho que não nos ajudam em nada, só querem viver com o nosso dinheiro, e há uma coisa que abomino completamente são os chamados piquetes de greve.
Quem é que tem o direito de nos impôr aquilo que tanto nos custou a adquirir que foi o direito á nossa liberdade de expressão, de viver conforme queremos? Todos temos o direito de fazer ou não greve, ninguém nos pode impõr nada. Já nos basta o governo com impostos, e com a dita austeridade, agora os piquetes de greve?
Não quero voltar aos tempos dos meus pais em inicio de vida, ou á infância deles, em que mal tinham que comer, vestir ou calçar, mas quero trabalhar para que o mundo avance, acho que o trabalho é que nos faz crescer, não são as greves.
Acho uma injustiça a greve dos transportes públicos, especialmente a CP que tem feito greves em cima umas da outras em que só prejudicam o país, e todas as pessoas que lhes pagam os vencimentos. è uma falta de respeito para connosco. E nem por isso nós que não fazemos greve vamos para a porta da CP, ver quem faz ou não greve, e "espicaçar" (que  é o que fazem os piquetes de greve) os que exercem o seu direito á greve.
Por outro lado também me intriga o facto de saber como vivem essas pessoas que estão há meses de greve(CP e estivadores) em termos de vencimento, uma vez que a mim, me faz falta o dinheiro de um dia de trabalho, a eles não?
Quero sobretudo que todos tenhamos direito de fazer o que quisermos sem por isso prejudicar o nosso semelhante, é nisso que acredito.
                                                                

2 comentários:

  1. Também não sou exactamente a favor destas greves .. =X

    C *

    ResponderEliminar
  2. Fazer ou não greve é um direito que todos nós temos. Agora não aceito piquetes de greve, porque se tenho liberdade para fazer greve também tenho de ter liberdade para não o fazer.
    Concordo com os motivos desta greve e em pensamento estive a apoiá-la,mostrando a minha indignação publicamente mas... há o publico e o privado, há empresas a lutar pela sobrevivência e outras que não precisam. Ontem não vendi muito, mas ainda vendi alguma coisa e o dinheiro tanta falta nos faz.

    ResponderEliminar